sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Abraham - Carma e Reencarnação



Convidado: Eu vim aqui para essa seção de perguntas e respostas, mas esta manhã eu decidi, a questão é se você poderia falar sobre reencarnação e carma no contexto dos Abraham.

Abraham: Isso é um pouco parecido quando alguém nos diz: “Abraham, vocês não falam muito sobre Deus” e dizemos, “nós não falamos sobre outra coisa”. E quando você pergunta sobre isso, nós dizemos, “isso não é tudo sobre o que sempre falamos? ” Nos termos de, no sentido de que você é eterno e contínuo no foco? E a Lei da Atração traz a você a manifestação equivalente à sua oferta vibracional? É realmente tão longe esta conversa tanto quanto estamos em alinhamento com isso, então, se você tem questões específicas sobre como você percebe reencarnação, ou como percebe carma, nós ficamos felizes em responder à questão específica, mas essas não são as palavras que usualmente oferecemos porque, o que a maioria das pessoas pensa sobre tudo isso não é o que sabemos ser.

Convidado:  E é por isso que eu estou pedindo esclarecimentos.

Abraham: Relativo a que?

Convidado: É meu entendimento que podemos voltar para a experiência física humana.

Abraham: Absolutamente. Pode e faz, pode e faz, pode e faz, pode e faz...

Convidado: Para sempre e sempre?

Abraham: Pelo tempo que você quiser temos visto.

Convidado: Ok, então depende de nossos desejos ou intenção?

Abraham:  você precisa entender, às vezes nossos amigos físicos, a partir de sua perspectiva física vão dizer “bem, não houve muita diversão Abraham, então estou terminando com essa vida física, diga a todos que precisam saber que eu estou terminando e eu não quero voltar”, e nós sempre nos importamos com sua mensagem, mas nós também sempre dizemos, “ mas felizmente você não toma essas decisões fora da perspectiva de seu vórtice físico, você toma essas decisões a partir de dentro do vórtice, da perspectiva não física, onde entende a delícia desta realidade linha de ponta no tempo e espaço, e você está ansioso para voltar.”

Convidado: Então, quando estamos totalmente no vórtice, em nosso corpo físico, não é quando nós podemos estabelecer essa intenção?

Abraham: Não, você não está compreendendo o que estamos dizendo. O que queremos que entenda é que, quando você reemerge no não físico, está completamente no vórtice. E a partir desta perspectiva que você toma a decisão de fluir conscientemente em um corpo físico novamente. Quando está em seu corpo físico lamentando-se sobre o quanto sua vida é difícil, e diz “eu não quero mais nada disso”, você não está tomando uma decisão, em outras palavras, você pode dizer que isso é tudo o que quer, mas quando reemerge no não físico, todos esses sentimentos serão deixados ao longo da sua trilha física, exatamente onde você os pegou.

Convidado: Podemos voltar como uma flor?

Abraham: A fim de compreender sua resposta, você primeiro precisa entender que, o que vocês realmente são é consciência, que têm a habilidade de se expressarem simultaneamente. Vocês não são um amontoado de energia não física atribuída a um amontoado de carne física. Você é uma corrente de consciência que está fluindo e focando. Então, nós passamos muito tempo como estamos agora, tentando ajudar vocês a realinharem e a reemergirem dentro da plenitude que vocês são. Enquanto está aqui em seu corpo físico neste instante, você pode perceber a partir do ponto de vista de uma flor, em outras palavras, você não precisa morrer e voltar como uma flor. Você só precisa se focar sem resistência e saberá o que essa experiência é. Faz sentido para você?
Convidado: Sim, isso faz. No entanto eu também, eu acho que entendo...

Abraham: Desculpe a interrupção, você está indo muito rápido a algum lugar e nós queremos ter certeza que você pegou isso. O consenso geral dos humanos sobre reencarnação é que vocês estão trabalhando o seu caminho subindo uma escada de Inteligência ou valor, e não é assim. A consciência que está na flor, ou no gato, ou na fera, ou no humano, é a consciência totalmente elevada e pura. Na verdade, é exibida em sua flora e fauna e em circunstâncias normais é uma frequência maior do que em humanos, então quando os humanos dizem que estão no topo da cadeia alimentar ou estão no topo da roda das encarnações, nós dizemos, na verdade não. Vocês poderiam estar, mas concentram seu foco fora disso, frequentemente. É como uma ordem que faz com que seja assim, porque as pessoas pensam assim: “eu estou morto, eu estou vivo, estou morto estou vivo” e nós dizemos: vocês estão sempre vivos e focando, focando na energia. Então, nossa conversa, interminável conversa como esta que temos com nossos amigos humanos, é para ajuda-los a encontrar ressonância com aquela total consciência, para que possa sentir a plenitude de tudo o que você é. E quando você faz isso, não sente necessidade de se definir com a precisão com a qual você faz. Você não se cataloga, ou classifica a si mesmo então, toda a sorte de características humanas, poderia ser uma flor, poderia voltar como um sapo...bem, você não está realmente esperando por isso, mas...perguntando sobre isso...

Convidado: Isso me lembrou de uma resposta sua a uma questão anterior em outro seminário, onde você falou das células de nosso corpo, que não há células do coração ou células com identidade, há um grupo de células que podem ser o que for necessário.

Abraham: Muito boa a conversa que acabamos de ter com você, e suas palavras nos deixam perceber que você entendeu completamente o que dizemos a você. Sim.

Convidado: Obrigada. Sobre a questão carma, se estou fazendo certo, então vamos dizer que viemos aqui com a intenção de uma certa experiência de vida, que essas lições às vezes são difíceis para nós...

Abraham: Não por este caminho...não por este caminho...não por este caminho...

Convidado: Por favor me ajude aqui.

Abraham: As intenções que você mantém são, para o padrão humano, as intenções que você mantém a partir do não físico, enquanto decide o que vem para fora. Seria considerado, pelos padrões humanos, como bastante geral.  Você pretende ter uma experiência agradável, pretende ter uma experiência emocionante, pretende ter uma experiência expansiva, você sabe que é livre, você pretende usar sua orientação, você sabe que está vindo, você é uma extensão desta consciência mais ampla. Mas você não está planejando cada detalhe específico a partir de sua perspectiva não física. Em vez disso, você está estabelecendo a intenção sabendo que, através da interação, novas ideias vão nascer, e então, você encontrar prazer na realização disso. Em outras palavras, você não está fazendo, você não criou esta encarnação antes de vir para cá, você está criando agora. Isso foi poderoso! Foi a melhor maneira de dizer isso. Você está criando agora.

Convidado: Então isso volta para a mesma questão das células, há um grupo geral que se torna o que for necessário no momento. E há uma ideia geral da qual eu preciso para realizar...

Abraham: Basicamente, basicamente, uma plataforma de lançamento...

Convidado:  Tipo que organiza de acordo com cada momento, cada decisão, cada situação que culmina com minha experiência de vida aqui.  

Abraham: Bem colocado.

Convidado: Obrigada.

Abraham: Algo mais?

Convidado: Muito mais...

Abraham: Então, a partir desta conversa, você está pronta para fazer uma declaração diferente sobre o que é carma?

Convidado: Sim, eu estava pensando que carma é um caso em questão, e agora o que eu penso a respeito é que carma é uma experiência geral...

Abraham: No geral, nós poderíamos definir, quando os humanos usam a palavra carma, o que eles geralmente, não sempre, geralmente estão vibrando em segundo plano é: alguém, às vezes até eu, mas alguém, em um ponto diferente do tempo e de uma perspectiva diferente, está sempre pré-planejando o que está acontecendo aqui. E em alguns casos eles acreditam que, “porque eu fui inadequado, isso está sendo planejado, e será difícil para mim, essa é a lição; para outros é: porque eu perdi algo da última vez, e isso está sendo pré-planejado para que eu sinta isso agora. ” Então, a definição que a maioria das pessoas poderia atribuir a carma é: “Carma é exposição à vida que está sendo pré-decidida, para que eu tenha características semelhantes, que provavelmente irão causar uma manifestação num padrão que está sendo pré-decidido, e meu valor será mensurado por quanto eu consigo corresponder bem àquele padrão.

Convidado: Mas o que eu entendi é que sou eu quem pré-determina.

Abraham: Nós poderíamos definir, se quiser usar a palavra, mas geralmente não é uma boa ideia pegar uma palavra que é tão mal compreendida e dar a ela uma nova definição. Porque cada vez que usar a palavra a maioria das pessoas vai voltar ao antigo mal-entendido, é como quando você usa muito a palavra Deus, vocês realmente confundiram essa. Nós definiremos carma, se você quiser usar isso, como o eterno curso natural de energia que sou eu, como eu expresso quem eu realmente sou, num eterno estado de evolução.

Convidado: Obrigada. Essa é a razão pela qual eu abordei a questão sobre carma. A noção de que estamos todos andando em círculos com essa ideia, isso é totalmente errado.

Abraham: Bem, há muitas coisas, em outras palavras, há pedaços de coisas que você pega ao longo de sua trilha física que têm pontos precisos dentro deles, em outras palavras, o núcleo de toda religião é o que ensinamos. Mas o que está acontecendo, e é por isso que falamos tanto sobre encontrar o caminho de volta para o lugar onde vocês têm seu próprio conhecimento, e então esse conhecimento pode se refletir numa versão manifestada, que dá a você o verdadeiro entendimento, porque palavras realmente não ensinam e porque pode haver muitas distorções nas palavras. O que realmente queremos que vocês entendam sobre essa experiência física é que vocês foram e são fonte de energia e em seus corpos físicos, vocês são fontes de energia também, e a coisa que mais confunde os seres físicos e os faz definir coisas como carma e Deus em uma tola sabedoria é que Deus conseguiu quase que completamente, em termos de sua perspectiva, separar-se daquela que é a Fonte. E você quer chamar Fonte de uma coisa, e junto você quer chamar a ele e sua forma humana outra coisa, e enquanto você não encontrar algum caminho para entender que que tudo isso é Um, então você pode satisfazer sua razão de ser, ou entender o que está acontecendo realmente. É muito bom quando vocês começam a lembrar quem vocês realmente são, e quem realmente todos são também.

Convidado: Nós somos todos Deuses.

Abraham: Vocês são extensões da Fonte de Energia em diversos graus de alinhamento.

Abraham Hicks Trad.: Adri Silveira




segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Bashar - Um Novo Hábito



Bashar: Ok, eu vou dizer bom dia a vocês, neste dia de seu tempo. Como vocês estão? Novamente, nós aproveitamos essa oportunidade para agradecer cada um e todos vocês por permitirem que essa transmissão ocorra, através deste método particular e neste tempo em particular. Novamente, cada vez que vocês permitem que nossa civilização se comunique com sua civilização, dessa maneira, isso nos permite uma oportunidade de experimentar, através de cada um e de todos vocês, muito mais perspectivas do Infinito, e nós agradecemos a vocês por este presente de expansão e partilha.

Nós gostaríamos de iniciar esta transmissão, neste dia de seu tempo, com a seguinte ideia. Lembramos a vocês que um novo hábito está em ordem, um novo hábito muito importante em seu comportamento. Nós temos discutido isso muitas vezes, mas não vai fazer mal lembrá-los novamente porque é muito importante para vocês desenvolverem esse novo hábito, assim, lembrá-los novamente, nós o faremos. Até o momento em que vocês façam disso, parte de sua personalidade dia a dia, até o momento em que isso seja sua segunda natureza, nós sempre estaremos dispostos a discutir isso, para lembrá-los de implementar e incorporar esse conceito em seu comportamento, porque ele vai ajudar a fazer as mudanças que desejam fazer em suas vidas, no nível pragmático do dia a dia.

E assim, lembramos que este novo hábito é simplesmente o de não automaticamente, nem imediatamente, não importa como a situação se parecer, nomear ou atribuir uma conotação negativa para ela. Dar a você mesmo um momento, para olhar para o que está acontecendo, e para aprender a ver como uma circunstância neutra antes de ver como negativo ou positivo ou nada em particular. Mas particularmente naquelas circunstâncias nas quais foi instruído a, mais frequentemente do que não, automaticamente nomear com uma conotação negativa, um sentimento ruim, coloquialmente, se quiser expor desta forma. Então, mais importante ainda, você pode ter o tempo para incorporar e incutir este novo hábito de neutralidade dentro de você para que possa tirar mais proveito da situação. Aprenda a mudar e transformar a situação de uma forma positiva, ao invés de simplesmente, assumir automaticamente que deve ser negativo, por causa de como ele se parece, com base em como você tem sido ensinado.

Agora, é claro, não estamos falando sobre ignorar, censurar, encobrir, colocar para baixo ou suprimir seus sentimentos. De todas as maneiras, os sentimentos vêm à tona, você deve prestar atenção neles; mas a ideia é entender por que você os tem. Eles não são automáticos, e não necessariamente precisaria de certas situações para gerar automaticamente esses sentimentos em você, mas se eles estão lá, então você deve prestar atenção ao fato de por que eles estão lá. E, em geral, como já disse, eles estão lá porque têm sido ensinadas a vocês, definições sobre a situação, que fazem aqueles sentimentos parecerem a única reação lógica a ter, quando na verdade não são.

Novamente, lembramos a você, todas as situações são neutras. E se você aprender a se equilibrar e olhar para elas, primeiramente desta forma, então você pode obter mais informação, mais discernimento, mais iluminação a partir da circunstância conforme ela se desenrola, não importa o que seja, não importa o que possa ser. E mantendo-se neutro, pelo menos por alguns momentos, você se dá a oportunidade de aprender a atribuir novos significados a isso, que serão relevantes para você, independentemente de qual intenção alguém possa ter da circunstância, independentemente do que foi ensinado a você no passado para pensar em tais circunstâncias, enquanto você olha para ela.

Permanecer relativamente neutro num primeiro momento, lhe dará a oportunidade de obter um maior conhecimento, mais profundidade de compreensão, de como as circunstâncias vieram juntas, em que elas estão baseadas, em termos das definições que estão acontecendo com você e com outros, na sua sociedade; e lhe dar a oportunidade de aprender a substituir as definições de tal maneira, que ao fazer isso, na atribuição de uma nova perspectiva e um novo significado para a circunstância, você pode recolher a partir disto, um novo impacto, um novo efeito, um novo significado, um novo sentimento. E aprender como qualquer situação pode lhe servir de uma forma positiva, construtiva, criativa e expansiva, ao invés de continuar a viver suas vidas assumindo que certas situações somente devem e podem ser capazes, de gerar negatividade em sua realidade.

Você é, você é o único que está gerando a realidade que experimenta, e mesmo que eventualmente alguém mais esteja envolvido, é sua percepção e sua definição que determina o efeito que você pessoalmente extrai disso em sua vida. Aprenda o novo hábito de tirar um momento de pausa, e não assumir automaticamente um significado negativo para as circunstâncias, mas se dê a oportunidade de ver como simplesmente um conjunto neutro de acessórios, um conjunto neutro de equações, uma circunstância neutra, que se reuniu por uma variedade de razões, e olhar para isso como um ponto de ligação, você pode então começar a atribuir um novo significado, explorando as definições que estão dentro de você, que deram a isso o significado que já parece ter. Para lembrar, esses significados, essas reações às circunstâncias não vêm com a circunstância; nenhuma circunstância carrega um significado construído. O significado, os sentimentos, as reações que você tem já estão construídas dentro de sua consciência, baseados nas definições de vida que você tem aprendido.

Aprenda o novo hábito de deixar ir, e não assumir automaticamente que essas definições são definições de uma realidade absoluta, pois não há nenhuma realidade, exceto a definição você dá a ela, e isso é o que a realidade é.

Então aprenda o novo hábito, ele vai servir a você dia a dia, de forma prática e pragmática. E vamos lembrar disso quantas vezes for necessário para se tornar uma parte de seu comportamento diário e de sua personalidade, e quando for, eu garanto 100%, vocês vão ver a diferença em suas vidas. E você vai ver que tem mais capacidade para determinar exatamente em que direção suas vidas deveriam ir, e o que você é capaz de acreditar, isso é possível para você. E também, simultaneamente, ao olhar para as circunstâncias de forma neutra, você se tornará mais capaz de compreender como é que você pode ser útil para outras pessoas que podem ser apanhadas nas suas próprias definições, incapazes de ver uma maneira de sair da situação e circunstância, incapazes de compreender que são suas próprias definições que fizeram as circunstâncias parecerem revestidas de ferro, quando na verdade elas são feitas de nada, apenas definições de papel de seda.

Saiba que a realidade é apenas o produto de suas crenças mais fortes e que isto é a única coisa que a faz parecer tão sólida e tão imutável nesse sentido. Transmute estas coisas alterando suas definições, alterando sua consciência. Não significa necessariamente que você tem que ver uma consequência cósmica em cada coisa que acontece com você, embora em um nível, é claro, sempre há. Mas, no entanto, isso lhe dará entendimento, como o que você chamaria de uma visão de raio x, para a natureza e estrutura da sincronicidade e circunstância, e dará mais capacidade de compreender como a circunstância articula sobre as definições mais fortes que vocês foram ensinados a acreditar que são verdade.

Agradecemos por nos permitir compartilhar esse conceito, essa perspectiva com vocês neste dia. E em retribuição ao presente que vocês estão dando à nossa civilização, em permitir que esta comunicação se desdobre, peço agora, de que forma posso ser útil para você?

Audiência:  Bashar! Bashar! Bashar!
Bashar: Vocês, bom dia.

Bashar (Darryl Anka)
Tradução: Adri Silveira